05 novembro 2012

Meu verdadeiro amor


Há dezoito meses o meu esposo resolveu sair de casa, depois de seis anos de casados,no início foi mega difícil aceitar nossa separação, eu não o entendia, não entendia como um relacionamento tão lindo poderia se acabar assim, mas o tempo nos mostrou que não acabou, o convívio que acabou, sou mãe de quatro filhos, na qual três vivem comigo, e foi no período da adolescência dos meus filhos que o Renato, não aceitou certas atitudes deles, daí vinham os conflitos, os atritos eram constantes.
Até um dia ficar intolerável e nos separarmos, mas no fundo sempre soubemos que era um história que não havia um ponto final, este vai e vem da nossa relação não é legal e nós sabemos disso, mas o que é certo? E o que é errado?
O que nós sabemos de fato é que somos felizes juntos, amamos os nossos  momentos e tudo que representamos um para o outro. E  depois de tudo que vivemos durante estes meses separados nos faz perguntarmos a si, por que sempre voltamos um para o outro?
Será que é a amizade e a cumplicidade que nos une?
Será que é o tesão que temos um pelo outro?
Será que é costume de estarmos juntos?
Será tudo paixão, momentos e vai passar?
Ou será amor?
Estas perguntas sempre nos ronda, e sempre as fazemos e nunca encontramos as respostas. Só temos uma certeza queremos estar um com outro, mas temos medos, medos que nos amarram ao passado, que nos faz retroceder! O que fazer?
Muitos me elogiam por ter personalidade forte, marcante, ser decidida e objetiva, realmente sou, mas como esta manhã eu disse ao Renato, a única coisa da minha vida que não tenho certeza é esta fase da minha vida emocional.
E sabem o que decidi, tenho quase trinta e sete anos, já vivi vários amores, mas nunca um como este, que me toma, consome de forma tranquila e madura, vou deixar a vida me levar,cansei de negar esse amor, mentir para mim e dizer que não queria mais, que saber... estou sendo feliz, sou feliz e é isso que me importa!
Tatiana Sampaio
Postar um comentário

Blogger templates