30 maio 2014

Como sair de uma depressão?


Estou com 38 anos e vivi vários momentos na minha vida, passei por alguns momentos bem complicados, outros felizes, afinal a vida é assim mesmo, constituída de altos e baixos. Em todos os momentos difíceis que atravessei contei com muita energia positiva interior, fé e determinação para sair do "vale', mas tive momentos de fraquejar, de não acreditar nas mudanças positivas. Um destes momentos complicados que vivi foi de março a maio, pensa em dias difíceis, pensando em bobagens, fraquejando, desistindo de lutar, me resguardando de todos e de tudo, passei por uma verdadeira tormenta interior, na qual tudo estava dando errado, e a cada fracasso eu caia mais no pessimismo, a ponto de deixar a depressão tomar conta do meu ser e em vários momentos pensar em desistir de viver!
Minha vida financeira se tornou um caos, meu relacionamento com os meus filhos se complicou, deixei de lado familiares e amizades, principalmente aqueles que me faziam mal, outras que transmitiam energia negativa, outras por falta de afinidade, outras por me cobrarem demais e outras por não viverem a mesma sintonia que vivo, tudo isso me abalou e muito!
Meu esposo foi ESPETACULAR, neta fase, me cobriu de carinho, amo, o seu apoio foi essencial para a minha "cura interior", me motivou a cada momento, não se abalou com as circunstâncias e não permitia que eu me abalasse, tomou a frente em várias situações para não permitir que eu adoecesse mais. Meu príncipe foi um verdadeiro lorde, meu salvador, meu refúgio, minha força, me mostrou que vales mais tortuosos eu passei que este era só mais um momento.
Na semana passada dei um "sacode", decidi viver mais para mim, voltei a malhar, me dedicar a leitura, cuidar mais da minha saúde, me dedicar mais a momentos de lazer, amar mais...
Sei que tudo ainda está sendo organizado, mas também sei que depois de uma grande "tempestade" há a bonança, e estou preparando-me para vivê-la com mais serenidade, com mais leveza, sem me cobrar de mais, sem cobrar de mais dos outros, afinal o bem estar só depende de mim mesma!
Mas Tatiana como eu posso perceber que estou com depressão?
 São vários os sintomas da depressão. Humor depressivo, tristeza excessiva, angústia, sofrimento, pensamentos alterados, perdas de funções cognitivas (como lentidão para gravar determinada informação), pensamento de morte, redução de energia, impossibilidade de sentir prazer, perda de interesse, problemas de sono, alucinações, alteração da atividade elétrica durante o sono, insônia e outros sintomas que devem ser diagnosticados pelo médico.
E o que faço para sair da depressão sozinha? 
Se a depressão não for causada por drogas, doenças ou genética podemos sim sairmos dela sozinha! Eu consegui! E olha que eu tenho uma doença que ajuda e muito a me deixar mais depressiva, que é o hipotiroidismo.
Primeiro procurei ficar mais com as pessoas que me amam, pois estas sabem bem como lidar comigo, sem me julgar ou criticar, procurei fazer atividade física, ouvi muita música, sempre que podia começava a dançar, onde fosse, teve até um dia que eu estava esperando os meus pais me visitarem fiquei dançando na chuva com o guarda-chuva e o meu esposo só mandando eu me "aquietar", aí que me soltei mais...foi bem divertido, li livros alegres, fiz uma viagem com o meu amor, visitei mais meus familiares, procurei fazer atividades extras, desacelerei meu trabalho e contei com o otimismo como o melhor remédio contra a tristeza, deu certo, está dando certo!
Ainda falta muito para me recuperar, a voltar a ser a Tatiana de outrora, mas tenho uma certeza hoje, sou forte, tenho dentro de mim algo que nada e nem ninguém pode me tomar, força, garra, determinação, energia positiva e acima de TUDO amor a vida e aos meus amores!

Todas as manhãs estou fazendo a minha musculação no Sesc, aqui tenho tive várias lições de vida, tenho convivido com pessoas mais idosas e com estas estou aprendendo que a vida é rápida e urgente, por isso não devemos perder tempo e sim aprender a usá-lo com maestria.
 Mudanças e mais mudanças...ADORO! Próximos passos...Yoga e dança do ventre, junho me aguarde!
Tatiana Sampaio 


Postar um comentário

Blogger templates