28 janeiro 2015

A verdade


As pessoas sempre falam que amam a verdade e abominam a mentira, será que isso é verdade?
Estou questionando isso há mais de sete meses, a verdade para mim se tornou uma alidada desde quando completei 20 anos, antes eu vivia de mentiras e falava muitas mentiras, mas não mentiras que enganam, que prejudicasse alguém, as minhas mentiras só existiam para mascarar a minha verdade, principalmente para minha família, eu sempre me escondi para eles, nunca os deixei saberem quem realmente sou, só meus amigos íntimos e as pessoas que convivem comigo sabem bem quem sou, sempre foi assim desde a adolescência.
Há quase vinte anos procuro sempre viver a verdade e dizê-la sempre, poucos gostam de mim por isso, a verdade todos a querem, mas nunca não querem ouvi-la, preferem viver a ilusão da mentira, vivendo escondidos nas suas mentiras pessoais.
Por isso atualmente ando reclusa, calada, observo mais, falo menos, e quando alguém quer minha opinião para algo, penso mil vezes antes de falar minhas percepções, o que penso, as pergunto se querem realmente ouvir o que tenho a dizer.



Faço minhas esta bela reflexão de von Goethe

"Uma vez que em boa verdade os homens apenas se interessam pela sua opinião própria, qualquer indivíduo que queira apresentar uma dada opinião trata de olhar para um lado e para o outro à procura de meios que lhe permitam dar força à posição, sua ou alheia, que defende. 
As pessoas servem-se da verdade quando ela lhes é útil, mas recorrem com retórica paixão à falsidade logo que se lhes depara o momento em que a podem usar para produzir a ilusão de um meio-argumento e dar assim, com uma manobra de diversão, a aparência de unificar aquilo que se apresenta como fragmentário. 
A princípio, quando me apercebia de tais situações, ficava incomodado, depois passei a ficar perturbado, mas tudo isso suscita-me hoje um prazer malicioso. E prometi a mim mesmo que nunca mais volto a pôr a descoberto esse tipo de procedimentos. 

Johann Wolfgang von Goethe, in "Máximas e Reflexões"  

Por isso estou mais reclusa vivendo só a minha verdade, cansei de querer mostrar a verdade aos outros, vivi muito em fusão da vã tentativa que ajudar aos outros evoluir, mostrando-os a verdade, mas que verdade? 
O que é verdade para mim nunca é ou será verdade para o outro.
Essa foi a maior lição de vida que aprendi esses dias.
Tatiana Sampaio
Postar um comentário

Blogger templates